Últimas Notícias

02/05/2017

GREVE GERAL CONTRA REFORMAS PROPOSTAS PELO GOVERNO ATINGE TODOS OS ESTADOS E O DISTRITO FEDERAL

A classe trabalhadora do país aderiu ao movimento, atendendo à convocação das centrais sindicais para dizer não à desregulamentação do trabalho e à reforma da Previdência que penaliza o trabalhador e desconsidera direitos históricos. 

Equipe do SAAEC que participou das manifestações
(da direita para a esquerda: Devanir Aparecido Rodrigues – presidente; Alexandre Francisco – advogado; Leonardo Antonio da Silva – vice-presidente;  Maria Augusta Amaecing Langbeck - diretora)

Ao longo do dia 28 de abril manifestações e passeatas contra as reformas trabalhista e da Previdência ocorreram por todo o país, quando as principais entidades sindicais brasileiras e movimentos sociais convocaram greve geral.

Foi um dia histórico que registrou uma das maiores greves gerais do Brasil, em que os trabalhadores pararam a produção e a circulação de pessoas e de produtos, causando muito prejuízo financeiro no mercado.

A classe trabalhadora do país aderiu ao movimento, atendendo à convocação das centrais sindicais para dizer não à desregulamentação do trabalho e à reforma da Previdência que penaliza o trabalhador e desconsidera direitos históricos. Para as centrais sindicais a greve geral teve resultado positivo.

São Paulo, a exemplo de outras capitais foi palco de manifestações de protestos e de passeatas. O SAAEC também participou de manifestações pacíficas, dando apoio à tão importante luta pela manutenção dos direitos trabalhistas e previdenciários historicamente adquiridos e previstos na Consolidação de Leis Trabalhistas. Paralelamente, não concorda com a extinção da contribuição sindical obrigatória, principal fonte de custeio para garantir ações em defesa da classe trabalhadora.

Vamos continuar unindo forças na defesa dos interesses dos trabalhadores, para que haja diálogo e conciliação por parte do Congresso Nacional.